Amieiro

Data Ago - 27 Qui
Local Rio Neiva
Habitat Floresta Ripícola
  • Reino Plantae
  • Filo Tracheophyta
  • Classe Magnoliopsida
  • Ordem Fagales
  • Família Betulaceae
  • Género Alnus
  • Espécie Angiospérmicas, Planta

 

Nome científico: Alnus glutinosa 

Origem: Autóctone

Porte: Até 30 m

Longevidade: Entre 100 a 150 anos

Floração: Fevereiro a março

Onde se pode observar: Margens do estuário e do rio Neiva.

Valor Ecológico: Forma simbioses radiculares com  Frankia alni – uma bactéria filamentosa fixadora de azoto. A queda das folhas no outono protege o solo e favorece a formação de húmus. Funciona como uma barreira natural contra o vento.

Curiosidades: Madeira muito utilizada no fabrico de mobiliário. Da casca retira-se uma tintura, avermelhada ou negra, que pode ser aplicada no tingimento de lãs, peles e redes de pesca. As suas folhas e casca são ricas em taninos.

 

Saber mais

Bingre P, Aguiar C, Espírito-Santo D, Arsénio P & Monteiro-Henriques T (2007) Guia de campo – As árvores e os arbustos de Portugal continental. 462 pg. in vol. IX dea Sande Silva J [Coord. Ed.]: Colecção Árvores e Florestas de Portugal. Jornal Público/Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento/Liga para a Protecção da Natureza, Lisboa, 9 vols.

  • Share on facebook
  • Share on Twitter

Registar amostra